sábado, 7 de maio de 2011



UMA XÍCARA DE DEFEITOS


Cada um sabe de seus defeitos, escondem-nos
Não são exacerbados e veiculados como qualidades
E nem são drogas que entorpecem o nosso ego, tentam esquecê-los
Faz pouco bem ainda para aqueles que os dominam
Ferem a estima de se ter consigo mesmo, apenas aos fracos
São fortes os que conseguem por os defeitos sob rédeas?
Ou fracos são estes, que dominam os defeitos por não terem controle do ego?
Não se medem forças com uma imagem em risco
Não se côa um bom café em coador de papel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário